Minas Trend. Minas Trem. Minas Treme.

Estive no ultimo Minas Trend.

Tá bom, foi razoável. Não… na verdade falta muita coisa. Coisas que não vi, e outras que vi, e não precisava ter visto.

Convidei parte da minha equipe e fomos. Eramos quatro, chegando ao guichê, o atendente muito educado, me explicou que só era permitida a entrada de duas pessoas por CNPJ. Isto mesmo, duas pessoas por CNPJ. Ou seja, se o pessoal de fora, ou uma loja com equipe grande, tipo a Dafiti, resolver ir ao Minas Trend, apenas duas pessoas da equipe vão entrar e o resto volta pro hotel! Como assim? O atendente muito solicito e educado nos orientou: basta vocês me falarem outro CNPJ, e foi o que fizemos. Felipe, nosso art man, ligou para um amigo dono de confecção e ele liberou o CNPJ. Entramos os quatro para ver as coleções dos expositores.

Bacana a entrada. Nada excepcional… nada que te deixe de boca aberta. Aquela mesma ideia de colocar vestidos expostos, uma coisa meio museu, e depois umas imagens que passavam em uma tela sobreposta em outras. Nem sei explicar, não pegou ninguém. As pessoas passavam direto. Talvez tenha algum sentido aquilo… quem sabe alguém me explica. Não entendi nada.

Tomamos café no stand do Sebrae…cafe, biscoitos, estava ótimo. O SEBRAE fez um bom serviço: serviu café com biscoito. O que mais? Nada. O que mais ele poderia fazer pelas empresas de Minas? Minas Treme. Poderia ter levado seus alunos para ver como as coisas acontecem. Ou será que levou e eu não fiquei sabendo? Poderia oferecer serviços para novos talentos, ou para empresas que precisam de mais informação… mas ali talvez não seja o lugar certo. Ironia do destino.

Fomos andando. Passei por um lugar que achei realmente o mais legal; uma instalação de bolsas do Rogerio Lima. O lugar tinha uma referencia aos mendigos, esse pessoal que vive nas ruas e ninguém vê, ou finge que não vê. Tinha vídeo, fotos, e umas pilhas enormes de jornal. Elas fediam…soltavam um cheiro forte. Fiquei realmente impressionando. O odor não deveria ser proposital, mas ele existia. Acho que vinha dos jornais… e achei muito bom. Senti a presença destes seres humanos, coisa que talvez nós que somos tão pasteurizados, desinfetados, e sei lá mais o que… nem sintamos. O cheiro, sabemos apenas do perfume.

Fomos nos adentrando. A direita o espaço para os desfiles. Bem legal. Muito legal mesmo. Adoro arquibancadas. Circo moderno. Não fomos convidado para o desfile do Herchcovitch, por isto não posso dar noticias, mas acredito que tenha sido legal. Estava cheio.

Passamos por uma roleta e entramos na area dos expositores, aqueles que estavam ali para vender, para mostrarem suas coleções. Muito vestido de festa, muitos acessórios, poucos calçados, algumas bolsas. 99% feminino. O espaço ficou muito bom, com stands bem montados, boa iluminação, e muita mulher bonita. Mas senti falta de mais marcas. Tem tanta gente legal fazendo um trabalho diferente, e estas pessoas acabam ficando invisíveis, assim como os catadores de papel.

Vi uma marca bem bacana de camisetas, a Liverpool. Achei interessante. Os expositores são de Florianopolis. Sensacional. Mas por que não poderíamos ter marcas daqui? Não compreendo. Marcas modernas, de bom gosto, gente nova. O Sebrae deveria levar estes novos talentos para expor, tem muita gente boa no Prado ( bairro de BHZ ) e marcas novas que poderiam estar expondo.

Não tinha muita gente circulando. O estacionamento estava tranqüilo. Não sei qual foi o volume de vendas. Será que valeu a pena? Achei a divulgação muito fraca. Só fui por que uma das expositoras me convidou por mensagem, mas nada oficial. Sou lojista a mais de 18 anos, já fui a vários Minas Trend, mas o trabalho de fidelização deles é terrível. Todo ano preciso me recadastrar. Senti falta de mais gente, queria ver aquilo borbulhando, com o restaurante lotado, estudantes, modelos, lojistas, curiosos…

Mulher bonita, muita perua, coroa perfumada, sarada…desfilando. Algumas Penelopes arrumadinhas, prontas para serem fotografadas, talvez blogueiras, talvez… nem sei.

Frau Bondam… entra no site e pesquisa. Vai a loja e se delicia. Eu amo a Frau, pena que estejamos afastados por uma dieta momentânea, preciso perder alguns quilos. A Frau estava lá… num canto, próximo a saída, fazendo as pessoas mais felizes e simpáticas. Afinal quem gosta de doces é muito mais simpático que os que não comem doces, e os cientistas não explicam!

Voltamos para o café do Sebrae. Dá-lhe capuccino e biscoitos, as atendentes super simpáticas, (elas comem doces), e as cadeiras super confortáveis. Depois de muito andar, nada mais merecido que sentar e relaxar.

Indo para o estacionamento encontramos um conhecido que tentava explicar os motivos do movimento do Minas Trend. Para ele o momento que vivemos, cheio de variáveis “negativas” faz parte de uma equação quântica, onde o resultado é pífio. Ok, tudo bem. Não entendi a física quântica ai no meio. Alguém poderia me explicar? Quanto ao resultado acredito que podemos mudar.

Vivemos num Brasil que não tem infra estrutura, onde não existe incentivo ao trabalho, onde empresas são extorquidas por impostos abusivos, onde a educação e formação dos empregados fica a cargo das empresas, pois não conheço nenhum programa do governo (alias estes cursos profissionalizantes so aparecem nas épocas de eleições).

O incentivo do BNDS é um cartão de credito sem vergonha, que nos da a oportunidade de comprar um computador dividido em 24 vezes com juros um pouco abaixo do mercado. Deveria dar isenção de impostos, liberar a compra com 50% de desconto, mas não, o governo não tem interesse em nos ver crescer, em nos ver contratando.

Estes são fatos. Mas não vamos ficar parados. Precisamos construir algo maior. A estrutura do Minas Trend estava lá, pronta e bem montada. Precisamos invandir o Minas Trend, precisamos colocar a nossa alma mineira lá dentro, precisamos levar a nossa gente pra conhecer o que estamos fazendo. Precisamos trazer o Brasil e mundo para nos conhecer e ver a nossa cultura, as nossas tendências.

Ok. Foi bom. Tivemos uma tarde agradável e de muita reflexão.

Valeu!

Minas Trend PReview 2014 Exposição Rogerio Lima no Minas Trend Preview Exposição Rogerio Lima no Minas Trend Preview Minas Trend Exposicao Vestidos

Poli e Letícia
Poli e Letícia
Equipe Black Boots
Equipe Black Boots

virginia barros sapatos

Gobbi na poltrona
Gobbi na poltrona
camisetas liverpool no minas trend
Stand da Liverpool

minas trend 2014 3

Estrangeiros no Minas Trend
Estrangeiros no Minas Trend
Tênis maluco da Adidas x Rick Owens
Tênis maluco da Adidas x Rick Owens
Bota Red Wing Iron Ranger nos pés de um comprador
Bota Red Wing Iron Ranger nos pés de um comprador
Frau Bondan
Frau Bondan

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *