19
out
2015

O Jeep Wagoneer

O Jeep Wagoneer é considerado o primeiro utility-wagon do mundo. A ideia de combinar o utilitarismo com o luxo parece contraditória, mas o sucesso do carro revolucionário, e antecessor de todos os modelos da categoria, provou que é possível lançar uma SUV de sucesso juntando o confortável e o robusto. O modelo tinha motor de 6 cilindros (mais tarde um V8) e a suspensão dianteira independente. O carro foi projetado para proporcionar estilo e conforto de um carro de passeio, com as vantagens da tração de quatro rodas.

Carro-Jeep-Wagoneer-Interior Carro-Jeep-Wagoneer-2 Carro-Jeep-Wagoneer-3

O site Gear Patrol escreveu um artigo muito legal sobre a história do Jeep Wagoneer. O Wagoneer é um SUV produzido entre 1963 e 1991. Ele sucedeu o Willys Jeep Station Wagon (vendido no Brasil como Rural Willys), e depois foi substituído pelo Jeep Grand Cherokee.

Os carros off-road eram comuns nos anos 60. As pessoas os consideravam carros para trilha e áreas rurais, e não automóveis para passear com a família na cidade. Os moradores dos subúrbios e das cidades preferiam dirigir cupês e sedãs. Na boa família nuclear americana, dirigir uma caminhonete ou SUV na cidade era quase ridículo.

Muitas marcas já faziam bons SUVs, como o Chevrolet Suburban e o Dodge Power Wagon, mas nenhum tinha o apelo do conforto e estilo de um carro de passeio. Havia potencial na transformação destes carros nos paus para toda obra que estrelam os anúncios de hoje, saindo do centro das cidades para uma trilha no final de semana. Pensando nisso, a Willys-Overland (em breve Kaiser Jeep) contratou o designer industrial Brooks Stevens, que não decepcionou e criou o Wagoneer, vendido pela primeira vez em 1962.

Carro-Jeep-Wagoneer-1

O Wagoneer era elegante. Pensando na época, eles lembravam um station wagon, um carro de família respeitável. Espaçosos, bons para as mães buscarem os filhos nos jogos e para um road trip no feriado. O interior é espaçoso, o estofado elegante, as janelas desciam, além de outros luxos nos modelos, de duas ou quatro portas. Por baixo disso tudo estava um motor de seis cilindros, suspensão independente, e pneus para qualquer terreno.

Se você gosta desse mercado das 4×4 de luxo de hoje em dia ou não, o Wagoneer foi um pioneiro que deu certo desde o início. Era grande, era poderoso, tinha péssima quilometragem, e na época, mais conforto do que o sofá da sala de estar. Nada prático, mas até hoje essa é a fórmula de sucesso que cativa os consumidores.

Carro-Jeep-Wagoneer-4 Carro-Jeep-Wagoneer-5

 

Comentários

comentários

Poderá também gostar de

Carros Ilustrados
Amigos da Ferrugem Campanha MG
Segundo Encontro Amigos da Ferrugem
Jeep, a lenda
2º Encontro dos Amigos da Ferrugem

Deixe um comentário