1
ago
2015

RoadStock 2015 – Primeiro dia

Fala pessoal

Como vocês sabem, a Black Boots está patrocinando e participando do Roadstock 2015. Estamos presentes no evento com o apoio de um de nossos parceiros, a West Coast, que acreditou nessa galera!

Queria postar melhor sobre cada dia de viagem, mas a internet está fraca por aqui. Estamos hospedados em uma pousada super legal, a Morada do Sol, mas tem muita gente conectada e rede ficou devagar. Vou mandar ver aqui no 3G do celular mesmo. Peço desculpas por qualquer erro porque tecladinho de celular é osso.

Minha viagem é de carro com meus amigos, o Pedro, do aplicativo Just Ride Along, e o Juliano e a Leca, casal de fotógrafos que acabou de começar um novo projeto @tomandorumo.

Começamos o dia bem cedo com um café da manhã na Harley. Esses cafés da manhã liberado são o que há. Na época de natação costumávamos fazer isso depois do treino de madrugada ou no sábado de manhã. Eu comi tudo que podia, principalmente um pão de queijo com goiabada sensacional. Aproveitamos para tirar umas fotos, filmar a “largada”, e por volta de 8:30 já estávamos na estrada.

O circuito do primeiro dia de Road Stock tem cerca de 625 km, terminando em Araxá. Araxá é bem mais perto de Belo Horizonte do que isso, mas nosso roteiro envolvia uma rota prolongada para aproveitar o cenário, porque parte da experiência do Road Stock é aproveitar as paisagens que Minas Gerais tem para oferecer.

O começo da viagem foi lento por conta das obras no caminho, mas valeu a pena para chegar nessa região de Minas. Seguimos em direção ao Circuito das Águas. É uma região com fontes, rios, lagos, cachoeiras, e clima de montanha. A estrada é maravilhosa, visual incrível! Pra finalizar o trecho nós almoçamos em um restaurante chamado Turvo. Fica bem na beira do lago, em Capitólio.

Fomos o tempo todo de carro seguindo grupos de motos, alternando entre pessoas. Muitas máquinas bonitas. Não entendo muito de moto, só curto o visual e alguns estilos, principalmente a história. Se você tiver interesse pode ver o post que nosso amigo Marcos fez sobre a Kustom Kulture. A maioria das motos do Road Stock são customizadas. Mas tem de tudo… O legal é que não existe um espírito de competição e de “show off”. A turma se juntou pra andar de moto, sem frescura.

Ficamos a maior parte do tempo seguindo o Marcílio e o pessoal da Black Bullet. Foi bem tranquilo! Terminamos o dia com o Kiu. Ele fez o trajeto com uma moto de 1974. Eram duas motos dos anos 70 nesse mesmo grupo, descendo o cacete. Tem umas fotos dessas motos aí em baixo. Imagina o conforto?

Perto de Araxá veio uma parte da estrada muito bonita. Esqueci o nome da cidade… Antes de chegar nós pegamos o por do Sol e o nascer da Lua que estava incrível. Só esse visual já valeria a viagem. Tentei tirar uma foto no escuro mas provavelmente ficou tremida porque não tinha tripé. A lua chegou a iluminar tanto a estrada que se bonear era possível andar sem farol.

Vou encerrar por aqui e amanhã tem mais. São muitas motos legais e detalhes pra mostrar com mais calma. Esse é apenas um diário de bordo. Deixo vocês com as imagens do primeiro dia. Espero que a qualidade das fotos esteja adequada, já que estou fazendo essa atualização pelo celular. (Por isso também estão fora de ordem)!

image image image image image

image image image image image image image image image image image image image image image image

Comentários

comentários

Poderá também gostar de

Pré Venda RoadStock x West Coast
Roadstock 2016
bota brogue timberland
Pé na Estrada – As Botas do RoadStock
Roadstock – Segundo e Terceiro

Deixe um comentário