RoadStock – Pelas lentes e duas rodas de um amigo Black Boots!

A Black Boots não só trás novidades para vocês, como também deixa o espaço aberto para nossos amigos e clientes contarem suas experiências, fazendo desse, um espaço não só nosso mas de todos que fazem parte de nossa história. Então para mais uma cena, nosso amigo Marcílio Mascarenhas caiu na estrada, e resolveu nos contar um pouco de sua aventura “épica” em duas rodas.

RoadStock

É com prazer que apresentamos a RoadStock#1

  • 3 dias –
  • 1.500km
  • BH – Franca – Araxá – Diamantina

Marcílio:

Era pra ser um passeio tranquilo e calmo, mas se transformou em uma aventura épica (pelo menos a minha).

O RoadStock é um evento motociclístico onde o importante é curtir a estrada e divertir sem frescura. Saímos de BH numa sexta feira dia 25/07, numa época de pouca chuva, mas São Pedro quis nos testar e mandou chuva nos 3 dias do evento.

Saímos debaixo de chuva com destino a Franca-SP, a viajem já começou tensa. Perto de Divinópolis um amigo sofreu um acidente e destruiu a moto. Felizmente, nada de grave aconteceu com ele. Com isso, o tempo planejado para o percurso foi por água abaixo (literalmente, pois a chuva não parava).

Chegamos em Franca já a noite e imediatamente partimos para Araxá, uma cidade que fica na divisa de SP com MG. Foi na cidade de Rifaina que começou a parte mais difícil de todo o trajeto: mais ou menos 100 km de estrada péssima, sem acostamento, e sem sinalização, com chuva, e com neblina. Tudo de ruim que poderia ter.

Fizemos um comboio de umas 20 motos e fomos devagar pela estrada até Araxá, e chegamos todos bem. Em Araxá, depois de passar por muito frio e chuva, veio um banho quente e partimos para a noite da cidade. Depois de algumas doses e muita risada pelos “causos da viajem” fui dormir, porque logo logo tinha mais estrada e chuva.

RoadStock

Acordei no Sábado, tomei meu café da manha, e reunimos o grupo a caminho de Diamantina. E a chuva sem dar trégua piorou a situação da estrada. Água e óleo na pista não são uma boa combinação. Parecia que andávamos sobre uma fina camada de gelo, uma pilotagem muito técnica e perigosa. Peguei um bom ritmo no caminho, com o corpo todo tenso pela dificuldade da estrada, mas chegando em Luz, eu fui vitima do óleo na pista.

Comprei um terreno pertinho de Luz com vista para a Serra e tudo, (risos). Numa curva em descida a frente da moto simplesmente escapou… ganhou vida própria e me levou pro chão. Alguns estragos na moto e uns roxos pelo corpo, nada serio ainda bem, Desisti de continuar o passeio porque a moto estava com peças quebradas e um pouco torta. Ainda estava funcionando, entaõ resolvi voltar para BH.

Foram ainda 200 km de chuva, medo (depois de um tombo, é tenso pilotar novamente) mas cheguei em BH são e salvo. Muito aprendizado, companheirismo e superação foram o saldo desse épico passeio.

RoadStock
RoadStock
RoadStock
RoadStock

Roadstock

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *