28
dez
2016

THERE IS NO FREE LUNCH

no-free-lunch

THERE IS NO FREE LUNCH – Não existe almoço grátis… ou melhor não existe frete grátis!!!

Eu acredito em vender com transparência. Durante os últimos 20 anos a ideia foi sempre de disponibilizar aos nossos clientes os melhores produtos com o melhor preço. Não somos campeões de preços baixos, mas somos campeões de qualidade.

O frete grátis é uma prática utilizada pelas grandes redes para atrair os clientes, e esta prática acaba sendo repetida pelo mercado . A maioria das lojas tentam fazer o mesmo, e muitas vezes sem questionar se isto é certo ou errado, se é possível financeiramente ou não… o custo do frete chega em média a 9% do valor dos produtos. Os Correios são a única empresa no Brasil a disponibilizar este serviço, sem concorrência, mesmo as outras operadoras acabam por contratar os serviços dos Correios.

Sabemos que a maioria das grandes redes de lojas on line trabalham com resultados negativos. Eles investem muito em mídia digital, novas ferramentas, preços baixos, frete grátis, enfim… a conta não fecha.

Enquanto isto os pequenos e médios lojistas on line sofrem tentando acompanhar as regras ditadas pelos grandes varejistas. Mas será que isto é justo??

Acredito que o justo é cada cliente pagar pelo seu frete. Se você mora longe do depósito da loja online, você vai pagar um pouco mais do que aquele cliente que mora próximo. Assim é na vida real. Quando vai ao shopping tem que pagar pelo transporte até o local… depois tem estacionamento, caso você tenha ido no seu carro… e o preço na loja é o mesmo para todos, inclusive para quem compra online. Nada mais justo que o cliente que compra no conforto da sua casa pagar pelo frete.

Na primeira troca nós iremos bancar o frete de ida e volta, e o mesmo para produtos com defeito de fabricação. Acredito que esta seja a forma mais justa para todos, pois não queremos trabalhar com resultados negativos, e não desejamos isso para ninguém… por que alguém vai pagar o frete.

Certas vantagens são falsas e funcionam apenas como “iscas”. Vamos lutar por um comércio transparente, legal, com emissão de notas fiscais, com carteira assinada, direitos trabalhistas preservados, com negociações razoáveis com todos fornecedores… afinal somos uma cadeia produtiva.

Não adianta se iludir com preços baixos, produtos falsificados e de péssima qualidade… tudo tem um preço.
Vamos levar essa ideia pra frente: não existe almoço grátis… não existe frete grátis.

Valeu!!!

Guilherme Horta.

 

Comentários

comentários

Deixe um comentário