Couro legítimo ou material sintético? Qual a diferença?

Para respeitar a lei n° 4.888 que proíbe o uso do termo couro sintético e couro ecológico, utilizaremos neste post, o termo material sintético para referir a qualquer material que simule o couro. Esse decreto foi sancionado para que comerciantes não usassem o nome do couro em vendas que não fossem de fato com o material de verdade.

É muito comum que ao adquirir uma bota de couro, as pessoas se perguntem qual a diferença entre o couro legítimo e material sintético. As características naturais do couro falam por si só, como durabilidade, impermeabilidade, proteção e etc. porém, é sempre importante saber qual a diferença entre os dois e como distinguir um do outro.

Pensando nisso, a Black Boots separou tudo o que você precisa saber sobre as diferenças, vantagens e desvantagens entre o couro legítimo e material sintético. Além disso, também reunimos algumas dicas para que você sempre saiba reconhecer o couro legítimo. Se interessou? Continue lendo!

Sobre o couro legítimo:

Não muito barato, o couro legítimo é utilizado para diversos fins, como a produção de botas, calçados em geral, artigos de casa e decoração, roupas, carros e etc. 

As principais vantagens do couro legítimo são:

– Durabilidade: Se bem conservado, o couro dura por muitos anos.

– Impermeabilidade: Não permite absorção de líquidos no material.

– Fácil limpeza: Panos úmidos com produtos próprios para a limpeza do couro são suficientes para deixá-lo sempre brilhante e bonito.

– Nobreza: Por ser um material natural e único, remete nobreza à peça.

– Firmeza: Proteção e conforto sempre garantidos.

As principais desvantagens do couro legítimo são:

– Exposição ao Sol: Se expostos ao Sol, o couro tem um envelhecimento precoce. Principalmente se não forem bem cuidados com uma hidratação constante.

– Custo: Por ser uma peça natural, tem um preço mais alto do que o material sintético.

É sempre importante ressaltar que o couro legítimo apresenta um cheiro único próprio, além de variações de cores e texturas que não são de forma alguma considerados defeitos, mas sim características do material.

Sobre o material sintético:

As principais vantagens do material sintético:

– Impacto ambiental: É necessário 20% menos de energia para a produção do material sintético em relação ao couro legítimo.

– Lavagem: Permite a lavagem a seco.

– Custo: Tem o valor abaixo do couro legítimo.

As principais desvantagens do material sintético:

– Exposição ao Sol: Ao contrário do couro legítimo que, se bem cuidado, tem menos envelhecimento com a luz do Sol, o material sintético necessita do dobro de cuidado pois ao menor sinal dos raios solares, o material começa a se danificar aos poucos.

– Durabilidade: Consideravelmente menor do que o original.

– Desgaste: Descascamentos, rachaduras e rasgos são comuns após algum tempo com o material sintético.

Como fazer para diferenciar o couro legítimo do material sintético?

Separamos também algumas dicas que podem te ajudar a sempre saber quando o couro é ou não legítimo.

Conferir sempre a etiqueta: peças com material sintético normalmente trazem dados como ”100% PVC ou poliuretano”. O couro legítimo traz a informação de ‘‘100% couro ou couro legítimo”.

Examinar a aparência: peças de couro legítimo são mais encorpados e suas superfícies, como dito acima, podem apresentar algumas marcas e variações de cor. Fique sempre atento com produtos com textura regular ou homogênea pois provavelmente, são sintéticas.

Textura: o material sintético tem superfície mais lisa e suave. O couro legítimo tem um toque áspero.

Valor: sempre desconfie de peças de couro legítimo com o preço muito abaixo do valor de mercado.

E aí? Esse post te ajudou a entender a diferença entre esses dois materiais distintos? Conta pra gente!

Siga a Black Boots nas redes sociais e acompanhe o blog para mais dicas e conteúdos como este!

Compartilhe nas redes:
Escrito por
Black Boots