Workwear: a tendência de usar roupas “de trabalho” que chegou nas ruas

Por: Larissa Rocha

Cores extravagantes, refletivos, óculos de proteção e botas, esses são alguns dos itens mais vistos nas estradas, nas batalhas da guerra, nas construções ou dentro de maquinários, mas hoje é o mais visto nas passarelas e nas ruas, a tendência workwear está de volta – se podemos falar que ela já se foi um dia.

Workwear? Mas o que é isso e de onde vem?

Workwear em sua literalidade traduzindo para o português seria “estilo de trabalho”, isto é, workwear é a tendência de se utilizar o vestuário e os acessórios comumente de trabalho como casual.

O workwear tem seu início com a influência dos uniformes militares que para chegar ao que é hoje sofreram atualizações de acordo com a necessidade do homem em cada episódio da história. O famoso casaco de lã, o sobretudo, a jaqueta aviador com seus bolsos funcionais, a jaqueta de caminhoneiro e os macacões com bolsos e sinalizadores em refletivo, são algumas das peças que foram concebidas para proteger e dar um uso efetivo aos marinheiros, soldados e aviadores de combate em tempos de guerra – e também atualmente.

Cada peça de vestuário tinha uma função muito particular graças ao seu design analítico: o sobretudo veio como o substituto ideal para revestimentos pesados com um tecido leve e impermeável que protegia os militares do clima local, e a jaqueta de caminhoneiro nasce pela necessidade de levar consigo ferramentas graças aos seus bolsos múltiplos. Os detalhes em refletivo aplicados nas roupas também faziam a diferença para não se perderem nas matas e serem vistos a longa distância.

A tendência

Fotos da semana de moda em Paris

O estilo virou uma tendência simplesmente porque a rua e o comportamento das pessoas influenciam as marcas a criarem, e na verdade essa tendência retornou pelo movimento das pessoas e suas procuras por roupas casuais e também funcionais. Por que não trabalhar com uma roupa que poderia sair para o happy hour após o expediente? Aí é que vem uma das motivações das marcas além de representar suas interpretações do workwear, fazer uma roupa para se usar ao trabalhar e também para sair, as pessoas estão a procura de exatamente isso, algo confortável e funcional – não é atoa que o streetwear (estilo de rua) e o sportwear (estilo esportivo) invadiram de vez as maison (marcas de luxo) e também as fast fashion(lojas de departamento). É simples, o público quer, as marcas fazem.

Supreme / Traffic-Stopping Orang

A questão é que essa tendência chegou tímida ainda aqui no Brasil, poucas marcas ousaram no refletivo, bolsos e cores extravagantes, mas há muitos adeptos ao estilo sem nem mesmo saber. Se você opta por uma calça cargo, uma jaqueta, uma bota e até uma touca, certamente você é um grande adepto a esse estilo, pois essas são as peças chaves. Na Europa já é outra história, os europeus estão totalmente adeptos a esse estilo, seja colocando um bucket (chapéu inspirado nos capacetes de soldados) ou usando uma calça cargo, o sobretudo então nem se fala, é algo quase obrigatório no frio para compor um look. Obviamente essas peças são reformuladas para a época e finalidade em que vivemos, mas não deixam de ter seu inicio marcado pelo workwear.

Carhartt

Luz nas passarelas que lá vem o workwear

Ao contrário do Brasil, a moda chegou nas passarelas dos fashion weeks do exterior em 2017 e 2018, marcas como Calvin Klein, Prada, Louis Vuitton e outras desfilaram suas coleções para 2018 apresentando suas representações do workwear.

Prada SS18 / Louis Vuitton FW18 / Calvin Klein FW18

Antes tarde do que nunca: a influência de fora fez com que chegasse nas passarelas brasileiras, marcas como Piet, Lucas Leão e Cotton Project trouxeram para o São Paulo Fashion Week, que aconteceu no primeiro semestre deste ano, a tendência tanto em detalhes quanto como proposta da coleção – que foi o caso da PIET com a coleção “Uniforms”.

Piet/ Lucas Leão / Cotton Project

A tendência grita tão forte, que muitas fast fashion ou lojas de departamentos do mundo inteiro se renderam ao workwear e fizeram diversas peças com preços tentadores para fisgar os adeptos do estilo. O workwear realmente veio para ficar, pois a cada dia que passa se torna mais atemporal e abraça de maneira única diversas ocasiões e estações.

E se você achou que essa tendência se adequa somente aos guarda-roupas masculinos está muito enganado(a). Como hoje tudo na moda está se adequando ao unissex, todas as roupas expostas podem muito bem se enquadrar a um despojado look feminino, isto é, o que parece masculino pode se enquadrar muito bem em uma mulher. Além disso, muitas marcas adaptaram o estilo para as vestimentas femininas.

Os acessórios

Não podia esquecer deles não é mesmo? Afinal, os acessórios que se tornaram essenciais para exercer as funções de trabalho estão na lista dos queridinhos do workwear. Você já deve ter inserido em seus looks – e se ainda não tiver invista nisso – uma touca, uma luva, um chapéu ou uma bota – que inclusive você pode ir ali na loja virtual da Black Boots conquistar a sua agora para compor o look.

A bota é um dos carros-chefes do workwear sem dúvidas, pois sempre ou quase sempre que precisamos ou queremos comprar uma bota pensamos na sua funcionalidade e conforto, fala que não? Pois bem, o item especial dos trabalhadores virou atemporal e se enquadra hoje em mais estilos do que simplesmente o do work, você vê a bota no work, no street e no luxo.

Uma das botas mais conhecidas no universo do workwear é a “lace to toe”- que eu contei a história dela aqui. Essa é uma das botas que foi totalmente pensada e formulada para atender a atividade do trabalhador. Além das funcionalidades, as botas que compõe o workwear podem na verdade ser de qualquer modelo, pois o calçado traz todo o charme do estilo, além da funcionalidade e atemporalidade.

Bota Killer “lace to toe” da Black Boots

Outra bota que ficou muito conhecida e foi a queridinha de diversos rappers foi a Yellow Boot da Timberland, que tem um estilo bastante despojado por seu design e até mesmo pela cor chamativa. Após o grande sucesso, a bota ganhou outras cores e diversificação de materiais em colaborações com marcas famosas.

Já que o assunto resultou em bota e workwear, finalizo deixando alguns looks abaixo para que você possa se inspirar e aderir essa combinação para o seu próximo rolê – corre aí no seu armário e já monta aquele look:

Aqui voce pode conferir alguns modelos de botas masculinas de couro da Black Boots, desta categoria tão especial que é o Work.

Compartilhe nas redes: